Comunicação

Notícias

VOLTAR
02/03/2021
Tecnologia e inovação avançam na Odontologia da IMED

Por: Karen Vidaleti

() comentários

Centro de Tecnologia e Inovação em Odontologia será o novo ambiente de imersão no fluxo digital para alunos de graduação e pós-graduações

Com o propósito de qualificar continuamente seus espaços de aprendizagem, neste semestre, a IMED prepara mudanças na infraestrutura da sua Escola de Saúde, no Campus Porto Alegre. Um novo espaço, junto à Clínica Odontológica, está sendo implementado para proporcionar à comunidade acadêmica e pacientes melhor suporte em tecnologia e inovação. Entre outras ações, também está prevista a expansão da área destinada aos consultórios. 

“O Centro de Tecnologia e Inovação em Odontologia nasceu de uma parceria entre IMED e CDI - Centro de Diagnóstico por Imagem em Odontologia, na perspectiva de criar um ambiente dentro da clínica, que permitisse uma imersão dentro do fluxo digital de odontologia aos alunos de Graduação e Pós-Graduação”, explica o coordenador de Pós-Graduação em Odontologia da IMED, professor Rodrigo Beltrão.

Alunos de graduação e pós-graduação poderão experienciar imersão no fluxo digital (Foto: Arquivo IMED)

 

O espaço possibilitará aos acadêmicos o desenvolvimento profissional em todos os estágios do aprendizado do fluxo digital em odontologia. Estarão à disposição equipamentos e tecnologias como tomógrafo cone bean digital, raio X panorâmico digital, raio X periapical digital, impressora 3D para uso odontológico, scanner intraoral e software para planejamento 3D. Os estudantes receberão o treinamento para manuseio e aplicação de tecnologias nos tratamentos dos seus pacientes, utilizando os fluxos digitais dentro da clínica, nas etapas mais avançadas do curso de graduação e também na pós-graduação.

No total, o investimento conjunto será de cerca de R$ 1,3 milhão. Sócio do CDI e um dos idealizadores do projeto, o professor Vinícius Dutra acredita que este será um marco para o ensino da odontologia no Brasil e está confiante em trabalhar junto à formação dos alunos da IMED.

A novidade também irá possibilitar que o futuro profissional formado pela instituição, nos diferentes níveis de ensino, ingresse no mercado de trabalho com uma formação diferenciada, conectada à odontologia dos novos tempos. “Por estar localizado dentro da clínica, o centro facilitará o acesso dos pacientes, alunos e professores ao sistema digital e permitirá que se crie uma cultura digital ao redor de uma tecnologia avançada e moderna, dentro da odontologia, muito conectada ao que se vê hoje nos países mais avançados”, observa.

 

Expansão

A partir da expansão da área de consultórios, a Clínica Odontológica do Campus Porto Alegre ganhará 11 novas posições de atendimento, agregando à sua estrutura uma área de 82m² e passando a ser dividida em duas clínicas. A reforma inclui, ainda, melhorias na infraestrutura das áreas de estoque de materiais odontológicos, lavagem e esterilização, vestuários e paramentação, sala de prótese, entre outras. 

“O curso de Odontologia da IMED está crescendo, avançando no currículo e cada vez temos mais disciplinas de atendimento ao público. Com a clínica 2, poderemos ampliar nossa capacidade de atendimento clínico, oferecendo ainda mais oportunidades de aprendizado aos alunos. E esse complexo, em parceria com o CDI, traz um grande diferencial, que não existe em nenhuma outra faculdade no Rio Grande do Sul”, observa a coordenadora da Graduação em Odontologia, professora Helena Carracho.

Infraestrutura de Odontologia ganhará uma segunda clínica

 

Práticas

Para que as mudanças aconteçam com segurança para toda a comunidade acadêmica, a área da Clínica Odontológica, no bloco B, será mantida isolada por um curto período, para que sejam realizados os ajustes necessários à instalação de Centro de Tecnologia e Inovação. Dessa forma, para as disciplinas em que houver necessidade, o cronograma de aulas será readequado, de forma que a carga horária prática não sofra alteração. 

Já a expansão dos consultórios, com a criação de uma segunda clínica, será realizada em uma segunda etapa e não deve interferir na condução das atividades práticas. A estimativa é que as novas estruturas comecem a ser utilizadas no segundo semestre  de 2021.

 

 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia