Comunicação

Notícias

VOLTAR
15/05/2019
Sábado é de “Psico IMED na Gare”

Por: Paula Steffenon

() comentários

O evento é alusivo ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial


 O Curso de Psicologia da IMED promove no próximo sábado (18), no Parque da Gare, um ato alusivo ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, lembrado no dia 18 de maio.  O evento acontece a partir das 15h30, ao lado do monumento do Homem Voador.

A data, 18 de maio, representa um marco no combate à exclusão de pessoas em sofrimento psíquico grave. Instaurada no ano 1987 na cidade de Bauru, durante o Congresso de Trabalhadores de Serviços de Saúde Mental, a partir do manifesto elaborado pelo grupo de profissionais, o Movimento da Luta Antimanicomial ganhou visibilidade, inaugurando uma nova trajetória da proposta de Reforma Psiquiátrica Brasileira, adotando o lema "Por uma sociedade sem manicômios". Desde então, o movimento propõe não só mudanças no cenário da Atenção à Saúde Mental, mas, principalmente, questionar as relações de estigma e exclusão social que culturalmente se estabeleceram para as pessoas que vivem e convivem com os “transtornos mentais”.

“A Luta Antimanicomial propõe a desconstrução do modelo de saúde mental baseado em manicômios, proposta que não tratava de forma humanizada os pacientes, as pessoas eram, basicamente, retiradas da sociedade, produzindo processos de exclusão e não de saúde. Em outra perspectiva de trabalho, a ciência psicológica defende a humanização do atendimento em saúde mental. No ano de 2001, foi instituída a Lei 10.216 que dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental. A lei assegura que o paciente deve ser tratado, prioritariamente, no espaço em que está inserido, sendo a internação a última medida. Por fim, defendemos que não basta desconstruir os espaços físicos de exclusão, também precisamos descontruir os preconceitos relacionados ao adoecimento mental”, afirma o professor do Curso de Psicologia da IMED, Me. Luis Henrique Paloski.

Dessa forma, de acordo com a Coordenadora do Curso de Psicologia da IMED, a Professora Dra. Josiane Razera, o evento proposto neste sábado (18), tem o objetivo de oportunizar um espaço diferenciado para o debate de assuntos ligados a saúde e adoecimento mental. “O tema da reforma psiquiátrica pode interessar não apenas psicólogos e psicólogas/estudantes da área, mas também a comunidade de um modo geral. Traga seu chimarrão e vamos bater um papo sobre psicologia e saúde mental”.

Em caso de chuva o evento será transferido para outra data. No local será disponibilizado erva-mate.

 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia