Comunicação

Notícias

VOLTAR
20/07/2021
Professor Felipe Szyszka Karasek lança novo livro

Por: Karen Vidaleti

() comentários

Publicação reúne ensaios que geram reflexões sobre a relação entre a escrita e a existência humana

‘A solidão do estilo’ é o título do novo livro do professor da IMED Felipe Szyszka Karasek. Doutor em Filosofia pela PUCRS e pesquisador de temas como comportamento, comunicação e contemporaneidade, estética e filosofia das artes, filosofia francesa contemporânea e o pensamento de Friedrich Nietzsche, ele leciona no Campus Porto Alegre, onde ministra disciplinas como Desafios do Comportamento e Desafios da Comunicação.

 

Professor Felipe Karasek lança seu quarto livro

 

Em 158 páginas, o livro trabalha com diferentes temáticas, gerando reflexões sobre o significado do escrever. Todos os textos abordam alguma relação, a partir de uma sensibilização artística, às vezes pela literatura, às vezes pelo cinema, pela fotografia, trabalhando e desenvolvendo reflexões em uma série 

“‘A solidão do estilo’ é um exercício de linguagem, um livro de experimentação, que tematiza um ponto principal, que é a relação entre escrita e existência, e como a existência humana pode se formar pela tarefa do escritor, pelo exercício de escrever. O sujeito, envolvido dentro do projeto de estudar, ler e aprender a escrever, vai formando a si mesmo pelo exercício da escrita. Os ensaios de ‘A solidão do estilo’ tentam mostrar isso, esse projeto de subjetividade que pode acontecer pela relação com o escrever”, explica Felipe.

A obra antecede a publicação em livro da tese de doutoramento de Felipe, sobre Filosofia da Natureza, prevista para o próximo ano. Pela Editora Bestiário, este é o quarto livro de Felipe, que também assina ‘Uma filosofia da dor: a sabedoria trágica no jovem Nietzsche’ (autor), ‘Pelo que vale a pena morrer’ (autor) e a coletânea ‘Nietzsche 170’ (organizador). Além da IMED, também leciona no Gabarito Rede Educacional, Núcleo Disciplinas, Ciclos 50+ e integra o Centro de Estudos em Filosofia e Humanidades (CEFIH).

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia