Comunicação

Notícias

VOLTAR
22/10/2019
PPGARQ integra pesquisa global sobre Gestão Integrada de Áreas Costeiras

Por: Eduarda Ricci Perin

() comentários

Professor Marcos Oliveira participou de Congresso na Colômbia que discutiu ferramentas e metodologias para avaliar a qualidade ambiental de praias turísticas

O professor Dr. Marcos Oliveira, do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPGARQ) da IMED, participou do IV Congresso Internacional de Qualidade Ambiental das Praias Turísticas - CAPT2019, realizado na Universidad de La Costa (Unicosta), Barranquilla, Colômbia.

O evento discutiu as ferramentas e metodologias para avaliar a qualidade ambiental de praias e os desafios do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável N0 14 Life Below Water, com stakeholders da Colômbia, Itália, México, Cuba, Porto Rico, Canadá e Brasil. O professor Marcos integra pesquisas em colaboração com Universidad de La Costa, Interpol e Escola Naval Colombiana.

Esteve presente no Congresso o pesquisador Dr. Paulo Artaxo, membro da World Academy of Sciences (TWAS) e IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas), que discutiu a importância de “desenhar arquitetonicamente os centros urbanos de países tropicais para a adaptação climática”.

Também esteve presente o governador do Arquipélago de San Andrés, Contra-almirante e Msc. Juan Franscisco Herrera Leal, que ressaltou: “A academia é fundamental para que no futuro possamos ser bons gestores costeiros. As comunidades empresariais, governamentais e a sociedade civil necessitam conhecer e compreender os impactos gerados de forma direta ou indireta por suas atividades para criar a cultura local de desenvolvimento equilibrado e o uso adequado de bens públicos.

Em aliança com a Universidad de La Costa e Escola Naval da Colômbia, o PPGARQ-IMED integra-se ao projeto de pesquisa que visa diagnosticar a complexidade do ambiente subaquático com estresse antropogênico e sem estresse antropogênico na região caribenha colombiana.

Já a pesquisa com a Interpol e a Huella Verde del Gobierno do Atlántico estuda o monitoramento da qualidade do ar na costa caribenha colombiana e a desembocadura do Rio Madalena.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia