Comunicação

Notícias

VOLTAR
13/03/2020
O que você precisa saber sobre o coronavírus

Por: Daniel Santos

() comentários

Doutor em Epidemiologia e professor do Mestrado em Odontologia da IMED
esclarece as principais dúvidas sobre o Covid-19

O mundo está em alerta. Atualmente, estamos vivendo um momento de preocupação devido ao Coronavírus ou Covid-19, doença causada pela infecção do SARSCoV2. Conforme o doutor em Epidemiologia e professor do Mestrado em Odontologia da IMED, Bernardo Agostini, o Coronavírus é uma família de vírus causadores de infecções respiratórias, a qual faz parte o Covid-19.

“Uma das maiores preocupações está relacionada à sua grande disseminação, alcançando patamares mundiais e sendo classificada como uma Pandemia. Pandemia é a dominação utilizada quando temos uma epidemia, originária de surtos de uma doença em escala global, afetando diversos países ou continentes. Atualmente, mais de 110 países têm ao menos 1 caso confirmado da doença. Tratando-se da Covid-19, a doença geralmente se apresenta de forma branda, manifestando-se assim em 80% dos casos, e com uma proporção de mortos abaixo de 5%. Então, com uma taxa de mortalidade tão baixa, por que devemos estar atentos? ”, questiona o professor.

Não se trata somente do risco individual de ser infectado e morrer, mas também de risco populacional. “Devemos pensar na capacidade de os sistemas de saúde dar atenção a todos no momento necessário. Quando um grande número de indivíduos é infectado em um curto período, os poucos casos graves se acumulam e não recebem a atenção devida, as mortes ocorrem mais facilmente. Esse fato endossa a importância do controle do risco populacional e, de fato, a disseminação da doença, a fim de evitar que a mesma tenha um pico significativo", explica.

Segundo ele, portanto, vale ressaltar que as medidas preventivas e protetivas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde devem, sim, serem adotadas por todos. "Evite aglomerações; mantenha os ambientes ventilados; não compartilhe objetos pessoais; evite o contato excessivo com as pessoas sobretudo com quem tossir ou relatar algum sintoma; cubra o nariz e boca caso for tossir e essencialmente lave as mãos e/ou faça o uso de álcool gel frequentemente”, explica.

O professor Bernardo orienta o quanto é importante que os profissionais da saúde conheçam os termos utilizados, como taxa de mortalidade, taxa de letalidade, epidemia e pandemia. “Não somente em momentos da disseminação de doenças, mas, de uma forma geral, a fim de esclarecermos a população e elaborarmos ações efetivas no controle e tratamento das doenças. Temas como esse e a prática baseada em evidências para a adoção de medidas efetivas em saúde são debatidos no Mestrado em Odontologia da IMED”, finaliza.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia