Comunicação

Notícias

VOLTAR
22/01/2020
Mudanças no mercado de trabalho exigem habilidades comportamentais

Por: Eduarda Ricci Perin

() comentários

Flexibilidade cognitiva e inteligência emocional estão entre as principais habilidades necessárias aos profissionais

O mundo do trabalho mudou e vai continuar mudando de maneira acelerada. O modelo tradicional que conhecemos, em que os profissionais saem cedo, batem o cartão ponto, trabalham oito horas e voltam para casa, existirá cada vez menos.

É o que pontua a doutora em Psicologia e professora da IMED, Vanessa Rissi. Segundo ela, a tendência é que as pessoas busquem cada vez mais formatos diferentes de trabalho - mediados por computadores, por aplicativos, à distância e outras formas de teletrabalho. “Muitos jovens que ainda não ingressaram no mercado de trabalho, dentro de alguns anos estarão empregados em tipos de trabalho que ainda não foram inventados”, destaca.

Neste contexto, a dúvida é: como posso estar preparado para esse novo mundo? A questão chave está nas habilidades comportamentais, segundo a professora. “A principal delas é a flexibilidade cognitiva, que envolve a capacidade de pensarmos sob diferentes perspectivas. Aquele velho modo de pensar, único e rigoroso, está fadado ao insucesso”, comenta.

Para ela, é preciso olhar os problemas a solucionar sob diversos pontos de vista. Além disso, é necessário treinar e desenvolver a capacidade de adaptação. “Adaptação a diferentes momentos, adaptação a diferentes mercados, teorias, ideias e sentidos”, enfatiza.

A inteligência emocional é outra habilidade importante de acordo com a doutora em Psicologia. “É necessário que conheçamos nossos sentimentos e emoções de modo que possamos equilibrar o nosso dia a dia. Pessoas cujo a inteligência emocional está debilitada não conseguem estabelecer conexões saudáveis de relacionamento”, pontua. Do mesmo modo, Vanessa destaca a importância da empatia, que é a capacidade de nos colocar no lugar das outras pessoas.

Essas habilidades comportamentais, somadas à criatividade, à resolução de problemas e à capacidade de aprender a reaprender, são fundamentais aos profissionais que desejam se adaptar às mudanças do mundo do trabalho. Na IMED, em todos os cursos de graduação, essas habilidades são desenvolvidas por meio de metodologias ativas, que compõem o ensino de excelência oferecido pela instituição.

 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia