Comunicação

Notícias

VOLTAR
13/12/2019
Ministério da Educação comprova: A IMED é a melhor de Passo Fundo

Por: Daniel Santos

() comentários

No Índice Geral de Cursos (IGC), a Instituição obteve melhor desempenho do que as demais Instituições do município 

No ano que comemora seus 15 anos de atuação, a IMED acaba de ser reconhecida pelo MEC no Índice Geral de Cursos 2018 (IGC) como a melhor Instituição de ensino superior de Passo Fundo. Comprometida com o ensino de alta qualidade, a IMED ocupa a 19ª posição entre as melhores do Estado e obteve a nota 4 para os campi Passo Fundo e Porto Alegre – em uma escala que vai de 1 a 5.  “O reconhecimento pelo 4° ano consecutivo demonstra que o atributo excelência acadêmica é trabalhado incessantemente pela Instituição. A clareza que o aluno deve estar no centro do processo de ensino e aprendizagem, o professor como facilitador e a constante implantação de inovações acadêmicas, atinjam resultados tão expressivos para uma Instituição tão jovem” relata o vice-presidente acadêmico da IMED, William Zanella.

 

 

O Ministério da Educação é o órgão governamental que regula todas as instâncias de ensino no país. Portanto, suas avaliações são consideradas a forma oficial de classificar a qualidade dos cursos. O conceito do MEC atesta a qualidade das condições de ensino e corpo docente. Além do IGC também foi divulgado o Conceito Preliminar de Curso – CPC, composto por diferentes variáveis, que traduzem resultados da avaliação de desempenho dos estudantes, infraestrutura e instalações, recursos didático-pedagógicos e corpo docente. Nos cursos da IMED que foram avaliados neste ciclo (Administração, Direito e Psicologia) todos obtiveram conceito 4.

Os resultados que podem ser vistos no desenvolvimento da IMED refletem o trabalho sério e comprometido da presidência e dos mais de 400 colaboradores entre o quadro técnico-administrativo e professores, que possuem ampla vivência acadêmica e prática.   “O comprometimento e a qualificação de nossos professores inspiram a busca por indicadores de qualidade institucional, mas principalmente a formação humana dos nossos alunos, permitindo maiores índices de empregabilidade”, acrescenta William Zanella.

Os resultados do Índice Geral de Cursos (IGC) foram divulgados nessa quinta-feira (12).  O indicador de qualidade do MEC que avalia as Instituições de Ensino Superior é realizado anualmente e leva em conta aspectos como o Conceito Preliminar dos Cursos de graduação – CPCs e o conceito de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela CAPES.

Apenas 42 entre 2.052 instituições de ensino superior de todo o país —o que corresponde a um percentual de 2%— atingiram em 2018 o conceito máximo do IGC (Índice Geral de Cursos), indicador de qualidade do MEC (Ministério da Educação). Apenas 21,3%, ou seja, 438 instituições do país, alcançaram conceito 4. O IGC tem uma escala que vai de 1 a 5, sendo 1 e 2 considerados desempenhos insuficientes pelo MEC. A maior parte das universidades (63,6%) se concentra no conceito 3.

 

Classificação das IES de Passo Fundo, segundo o IGC:

 

Posição

Sigla IES

IGC Contínuo

IGC Faixa

1

IMED

3,18828

4

2

IFIBE

2,97459

4

3

UPF

2,82491

3

4

ITEPA

2,80673

3

5

FASURGS

2,60977

3

6

ANHANGUERA DE PASSO FUNDO

2,39491

3

7

JOÃO PAULO II

1,05672

2

 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia