Comunicação

Notícias

VOLTAR
25/03/2020
Letramento em Programação dá seguimento a formações de modo online

Por: Francine Tiecher

() comentários

Na última semana, os participantes dos 16 municípios que integram o Letramento em Programação Norte Gaúcho realizaram o segundo encontro do calendário de formações de um modo inédito: por meio de viodeoconferência com todos professores e gestores dos municípios e estado. A medida teve o intuito de minimizar os impactos da pandemia do Coronavírus no mundo todo, como alternativa ao seguimento do calendário de atividades do programa.

“A decisão do InovaEdu da IMED em manter a formação de forma remota, ela tem dois objetivos muito claros: um, é mais uma vez inovar, mostrar as possibilidades que a tecnologia digital nos permite, aproximando formadores de 16 municípios, que estavam grande parte deles em suas casas, às vezes com conexões difíceis ou problemas técnicos, mas todos se esforçaram para participar conosco dessa formação, mostrando o potencial que as tecnologias tem na transformação digital; e o segundo objetivo é munir os professores e mobilizá-los, mesmo que em momentos de crises e dificuldades, que tenham esperança e engajamento nessa transformação que estamos prevendo, porque cedo ou tarde, as escolas voltarão ao seu funcionamento normal e temos que levar o que de melhor temos aos nossos estudantes. A gente agradece a participação de mais de 75 professores que estiveram conosco e que acreditaram nesse sonho do encontro remoto entre tanta gente, de tantos lugares diferentes, tendo um feedback muito positivo”, destaca Amilton Martins, Líder do InovaEdu.

Durante o acesso remoto, cerca de 95% dos professores participantes das redes municipais e estadual de ensino se fizeram presentes no encontro virtual, onde puderam receber diversas informações e conteúdos sobre o novo currículo do Letramento, número de adesão de alunos, além da realização de uma oficina sobre ferramentas técnicas de programação, tanto de desenvolvimento de jogos e aplicativos, como de robótica.

“Abordamos nessa formação de que maneira a tecnologia impacta não só o Letramento digital dos alunos, mas também o letramento digital dos professores, uma vez que até então mais da metade dos professores que participaram da formação remota não tinham tido nenhum tipo de acesso a uma plataforma remota. O impacto foi muito positivo e legal, os professores estavam muito contentes em ter participado do momento de colaboração, de conhecimento, de compartilhamento, e foi um momento em que puderam conhecer a forma de trabalho para ser desenvolvida com seus alunos em sala de aula. Foi um momento que oportunizou o esclarecimento e a percepção de que a tecnologia realmente nos aproxima, ela realmente cumpre o seu papel em proporcionar ambientes em que se torna o aprendizado mais efetivo, e que de fato ele se potencialize. Foi um grande desafio para todos e uma grande experiência pois agora estamos nos sentindo muito mais preparados com essa quebra de paradigmas”, frisa a Articuladora do Letramento em Programação, professora Taíse Telles.

Ao total, já são mais de 2.200 estudantes da rede básica de ensino que integram o programa neste ano.

Para a Professora Nara Vidal, responsável pelo Laboratório de Informática da EMEF Benoni Rosado de Passo Fundo, na primeira formação online deste ano estiveram todos de parabéns e a iniciativa foi um sucesso, sendo que todos tiveram uma grande assessoria da equipe de formadores do programa. Nara também comentou que a didática utilizada e realização de oficinas proporcionou uma excelente participação de todos.

“A pandemia do Coronavírus nos levou à mudança de hábitos, tanto na vida pessoal, quanto no trabalho. É a problemática do Corona descortinando possibilidades óbvias. Parabéns ao grupo IMED/InovaEdu. Sinto-me privilegiada por participar desta formação. Através de ferramentas simples, nos foi proporcionado um rico ambiente de conhecimento, que nos inspirou a nos conectar e continuar buscando transformar nossas realidades. Grata e inspirada, mesmo em tempo de pandemia. Obrigada IMED”, pontua Neli Helena Bender de Quadros, que atua como professora do Letramento em Programação na cidade de Carazinho.

O Coordenador das 18 escolas que participam do programa em Passo Fundo pela Secretaria de Educação e pela 7ª CRE, Juliano José Zini, comenta que diante de todo esse transtorno com o problema do Coronavírus, a Secretaria de Educação avalia como muito importante dar continuidade ao trabalho por webconferência. “Foi algo bem dinâmico, didático e proveitoso, e tenho convicção que os colegas da rede estadual de ensino gostaram de participar desse momento”, finaliza.

Durante o encontro, as formações foram conduzidas pelos Professores Daniel Puhl, de Passo Fundo, Gabriel dos Santos, de Coxilha, e Lucas Weschedet Rodrigues, de Ernestina.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia