Comunicação

Notícias

VOLTAR
15/09/2020
IV Seminário Internacional sobre a Teoria da Justiça de Amartya Sen: escolhas sociais, políticas públicas e desenvolvimento em Sen

Por:

() comentários

Evento online contou com a participação de instituições nacionais e internacionais de ensino

O IV Seminário Internacional sobre a Teoria da Justiça de Amartya Sen: escolhas sociais, políticas públicas e desenvolvimento em Amartya Sem foi promovido pelo Centro Brasileiro de Pesquisa sobre a Teoria da Justiça de Amartya Sem nesta segunda-feira, dia 14 de setembro.

O evento teve a coordenação do Dr. Neuro José Zambam, do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito – PPGD e do Dr. Henrique Kujawa do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Arquitetura e Urbanismo – PPGARQ da IMED.  

O Seminário Internacional contou com a participação de dez instituições nacionais de ensino superior (Unijui, Unilasale, Universidade Federal de Paraíba, Universidade Federal de Pelotas, Uni-Facef, Fatec Franca, Makenzie, Univates, URI-Santo Ângelo, Unichristus Fortaleza) e sete instituições internacionais (Cambridge University - UK, Palermo - Argentina, Universidade De La Empresa - Uruguai, Università degli Studi Mediterranea di Reggio Calabria - Itália, Universidad Central de Venezuela, Uniwersytet Ekonomiczny w Krakowie - Polônia, Facultad de Derecho Universidad de la Costa, Colombia Extensión Villavicencio)

Segundo Zambam, “o evento em sua quarta edição consolida-se como um espaço de integração, partilha e abertura de espaços de conhecimento que beneficia a todos. Tivemos a ampliação de participação de IES do Brasil e do exterior, o que aumenta nossa responsabilidade e compromisso com a organização e a qualidade do conhecimento”.

A programação contou com quatro mesas de debates: duas simultâneas pela parte da manhã, abordando “Escolhas sociais” e “Políticas públicas e desenvolvimento” e duas simultâneas a noite com os temas “Abordagem sobre Democracia e Políticas Públicas na América Latina” e e “Democracia, Políticas Públicas e Justiça”.

No final da manhã, ocorreu a apresentação de relatos de experiências de vários lugares do Brasil sobre políticas e ações que contribuem para a ampliação das capacitações, demonstrado, segundo Kujawa “o quanto a Teoria de Sen é mais do que uma ideia, ela pode ser concretizada no cotidiano das pessoas e comunidades”.

A tarde ocorreram apresentações de 60 artigos inscritos em diferentes grupos de trabalhos a partir dos conceitos de Sen e ainda houve a conferência geral que abordou o tema “Justiça Social e Contribuições de Sen na atualidade”, tendo com painelistas o Dr. Neuro José Zambam (IMED), o Dr. Flávio Comim (Cambridge University - UK) e o Dr. Karol Ryszkowski (UEK-PO).

Segundo Kujawa, “o evento  demonstra o seu estágio de consolidação e de contribuição com a pesquisa seniana ao envolver pesquisadores  de diferentes instituições nacionais e internacionais e alguns que atuam como Amartya Sen, como é o caso do Flavio Comim,  e reuniu 127 participantes que dedicam três turnos para socializar e debater suas pesquisas”.

Zambam, destaca também o “envolvimento dos membros do Centro Brasileiro de Pesquisas sobre a Teoria da Justiça de Amartya Sen desde o primeiro momento e o apoio dos Mestrados e Direito e Arquitetura e Urbanismo, que foram fundamentais na realização do evento”.

Segundo os organizadores, os desafios são manter o nível das pesquisas envolvendo a teoria de Sen e desenvolver a próxima edição do Seminário, bem como desenvolver outros eventos que possibilitem a socialização e o aprofundamento das pesquisas.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia