Comunicação

Notícias

VOLTAR
15/07/2020
IMED participa de estudo inédito sobre COVID e tem resultados publicados na Revista Nature Medicine

Por: Francine Tiecher

() comentários

Periódico é um dos mais importantes do mundo para a área da ciência e da medicina

 

A IMED integra o grupo de trabalho do estudo de base populacional, realizado de forma inédita, sobre os impactos do COVID. Trata-se de uma pesquisa coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em parceria com outras Instituições de Ensino Superior do estado, e que tem o objetivo de entender a forma como a doença se propaga na população. Em Passo Fundo, o estudo é coordenado pela IMED, UFFS e UPF.

“Diferentemente de pesquisas feitas em hospitais ou ambulatórios, o EPICOVID RS visita os domicílios previamente sorteados a partir dos setores censitários. No estudo participam nove cidades gaúchas, incluindo Passo Fundo”, explica um dos professores coordenadores da ação no município, Dr. Jeovany Martínez Mesa, epidemiologista e docente dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Odontologia e Psicologia da IMED.

O estudo já realizou cinco rodadas de entrevistas domiciliares e testes, sendo que é um dos poucos no mundo a utilizar essa metodologia. A partir dele, o Ministério da Saúde fez uma extensão para todo o Brasil. Conforme ressaltou o professor Fernando Barros, na live de apresentação dos resultados após a 5ª rodada de coleta de dados, trata-se de um estudo da academia gaúcha.

Aplicação dos resultados obtidos

Essa investigação permite ter uma ideia mais clara acerca do número de casos reais na população (maior do que aquele reportado pelo estado e municípios), além da letalidade da doença (menor do que a reportada). A partir dos resultados obtidos, os gestores públicos possuem subsídios para pautar decisões com relação a medidas de isolamento, testagem, etc.

 

Artigo publicado na Revista Nature

Com base nos resultados alcançados com o estudo inédito, a IMED foi uma das coautoras de um artigo sobre a pesquisa, que ganhou divulgação internacional na Revista Nature Medicine, que está entre as melhores do mundo. O periódico científico é um dos mais conceituados na área da saúde, gerando uma ampla visibilidadeestando entre as melhores  para o trabalho e uma altíssima repercussão internacional.

“Para a instituição, é da maior importância fazer parte do estudo. Desde o início, o apoio da direção foi incondicional para poder contribuir com essa pesquisa. Vários professores também têm apoiado o trabalho desde as primeiras fases, dentre eles Caroline Calice, Bernardo Agostini, Deniz Anziliero e Andressa Rebequi. Os alunos também têm sido fundamentais para a coleta de dados. Sempre comprometidos, dando o melhor de cada um para garantir a qualidade das informações”, frisa Jeovany.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia