Comunicação

Notícias

VOLTAR
24/08/2021
IMED anuncia mudanças em sua estrutura organizacional

Por: Karen Vidaleti

() comentários

Com planos de expansão e transformação, Instituição renova postos de vice-presidência

Prestes a completar 17 anos de história dedicados à educação empreendedora e inovadora, a IMED, instituição de ensino superior com campi em Porto Alegre e Passo Fundo, anuncia nesta terça-feira (24) mudanças em sua estrutura organizacional. Os movimentos envolvem Marilú Benincá de David, que deixa a Vice-presidência Administrativa e se torna membro do Conselho de Administração da instituição. Na posição até então exercida por ela, assume como Vice-presidente de Operações William Zanella, que respondia pela Vice-presidência Acadêmica. Para este posto, a instituição busca no mercado um profissional.

 

Marilú Benincá de David e William Zanella

 

Vice-Presidente Administrativa e acionista da IMED, Marilú ingressou na instituição em 2008, como Diretora Administrativa Financeira, coordenando as áreas Financeira e Contábil, Infraestrutura, TI, Suprimentos, Gestão de Pessoas, Central de Atendimento e Área de Registros Acadêmicos. É graduada em Administração de Empresas, especialista em Dinâmica de Grupos pela SBDG, com MBA em Gestão Empresarial, formação em Leader Coach pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), certificação internacional IAE Business School pela Universidade Austral e Formação de Conselheira pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC). Na carreira, também foi Diretora Administrativa nas Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Sul (Ceasa/RS) e no Sistema Cresol de Cooperativas de Crédito. 

Em sua gestão, conduziu a implantação do sistema de gestão ERP (Totvs); a criação do programa de gestão “Acelerar”, destinado à formação de lideranças da IMED; Profissionalização da Gestão, com o desenvolvimento e implementação do Planejamento Estratégico, mapa de indicadores e matriz orçamentária; Políticas de Gestão de Pessoas; e a abertura da Unidade Porto Alegre. O conjunto de ações contribuiu para que a instituição fosse duas vezes premiada com o Top Ser Humano (Gestão por Competências e Formação de Lideranças) e eleita, desde 2012, como uma Excelente Empresa para trabalhar pelo Great Place to Work. Além disso, potencializou o crescimento do negócio, passando de um faturamento de R$ 5,2 milhões em 2008 para, aproximadamente, R$ 157,5 milhões neste ano.

“Depois de 14 anos à frente da Gestão Administrativa e Financeira, assumir uma posição no Conselho de Administração é um reconhecimento pelo trabalho realizado e uma oportunidade para aprimorar novas competências e desafios profissionais. Vejo este como um momento de oportunidades, mudanças e da necessidade de inovação e transformação digital em diversos segmentos, especialmente na educação superior. É preciso inovar, se reinventar e reaprender para atender as necessidades das empresas e do mercado em geral. Um outro desafio e uma grande conquista é ser a primeira integrante mulher no Conselho de Administração da IMED, neste momento que se pauta a equidade de gênero e a garantia da participação plena e efetiva das mulheres em cargos de liderança, em todos os níveis de tomada de decisão”, observa Marilú.

Formado em Administração com habilitação em Comércio Exterior, Mestre em Administração e Negócios e Doutor em Administração, com ênfase em performance organizacional, William ingressou na IMED há 12 anos, como professor do curso de Administração, passando mais tarde a coordenador da graduação. Ocupou os cargos de Diretor de Relações com o Mercado e coordenador de Graduação e Pós-graduação Lato Sensu. Também foi proprietário da Z A Distribuidora.

Como Vice-presidente Acadêmico, liderou os docentes da instituição distribuídos em seus três campi, nas linhas de negócio Graduação, Pós-graduação Lato Sensu e Stricto Sensu. Em sua gestão, a IMED consolidou sua atuação como instituição de excelência no ensino superior, alcançando pelo quinto ano consecutivo o IGC 4, conceito que a posiciona em um grupo restrito, onde estão apenas 21% das faculdades e universidades do Brasil. Também ganham destaque a abertura dos campi Porto Alegre (2017) e Online (2020) e a expansão das linhas de ensino ofertadas - da Graduação ao Doutorado -, um importante passo para o avanço do plano de transformação em universidade.

“Temos muita clareza da nossa estratégia e do espaço que queremos ocupar enquanto instituição. Em breve, avançaremos para novos mercados, com a abertura de campi em sete cidades (Santa Maria, Pelotas, Santa Cruz, Novo Hamburgo, Caxias, Ijuí e Erechim). Além disso, estamos investindo na transformação da jornada de consumo de nossas soluções. E esses são apenas alguns passos... Marilú desempenhou um trabalho exemplar até aqui e, para tantas mudanças previstas, seguiremos construindo soluções e abrindo caminhos que suportem a concretização desses novos desafios”, afirma Zanella.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia