Comunicação

Notícias

VOLTAR
16/07/2019
Estudo analisa processo de inovação na cadeia produtiva do plástico verde

Por: Eduarda Ricci Perin

() comentários

Levantamento foi publicado em dos principais periódicos do mundo sobre desenvolvimento sustentável

 

As mudanças climáticas intensificaram a demanda por esforços sociais e ambientais, motivando as organizações a se engajarem com o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis. Neste sentido, um estudo publicado no Journal of Cleaner Production, um dos principais periódicos do mundo sobre desenvolvimento sustentável, analisou o processo de inovação na cadeia produtiva do plástico verde.

O estudo é assinado pela Dra. Giana de Vargas Mores, professora do Programa de Pós-Graduação em Administração da IMED, em conjunto com a Dra. Caroline Spanhol Finocchio, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, com o Dr. Rodrigo Barichello, da Unochapecó, e com o Dr. Eugenio Pedrozo, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O diferencial do plástico verde é que, em seu processo produtivo, substitui-se a nafta, recurso não renovável, pelo etanol de cana-de-açúcar, produto renovável e principal insumo da cadeia produtiva. O plástico verde é produzido no Vale do Triunfo/RS e possibilita a redução de dióxido de carbono (CO2), um dos principais gases causadores do efeito estufa.

O estudo de caso contou com entrevistas em profundidade com diversos agentes da cadeia produtiva. Os resultados mostram que as colaborações entre a organização focal (petroquímica) e os demais agentes da cadeia são fundamentais para o desenvolvimento de produtos voltados para a sustentabilidade.

A organização focal criou iniciativas para alinhamento em termos de sustentabilidade, como a criação do código de conduta para fornecedores de etanol e programas de certificação (selo de qualidade) para indústrias de transformação de plástico que seguem requisitos de sustentabilidade. Essas iniciativas visam a reduzir o impacto social e ambiental ao longo da cadeia produtiva.

Para conferir o estudo na íntegra, clique aqui.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia