Comunicação

Notícias

VOLTAR
29/11/2019
Estudantes de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil criam projetos de Habitação de Interesse Social

Por: Karen Vidaleti

() comentários

Atividade integrou o programa da disciplina Desafios da Profissão e reuniu estudantes do primeiro semestre no Campus Porto Alegre

Oportunizar condições de moradia para a população de baixa renda é um desafio global, ao qual os profissionais atuantes na área devem estar atentos. O tema integrou o conteúdo da disciplina Desafios da Profissão, que reuniu estudantes do primeiro semestre das graduações em Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil, da IMED Campus Porto Alegre, para o desenvolvimento de um projeto de Habitação de Interesse Social. 

A criação do projeto ocorreu a partir de critérios pré-definidos em pesquisa anterior desenvolvida pela professora Anicoli Romanini, em Passo Fundo, no loteamento Canaã. O projeto do embrião básico deveria ter uma metragem máxima de 45m² (dois dormitórios, banheiro, cozinha, lavanderia e sala) ampliável conforme solicitações dos futuros moradores. “Dessa forma, cada dupla deveria desenvolver as plantas de maneira que, futuramente, pudessem receber o acréscimo de um dormitório, uma sala comercial, ou a ampliação da área social, por exemplo, com mínimas intervenções na construção original”, explica a docente.

No desenvolvimento dos projetos, os alunos também precisaram atender a critérios específicos de tipologia arquitetônica, entre casa isolada no lote, casa geminada e/ou com padrão diferenciado, planejadas em um lote de 200 m². “A atividade teve como intuito proporcionar aos alunos a integração das profissões entre arquitetos e engenheiros, demonstrando a importância do trabalho em conjunto, principalmente quando do envolvimento de questões tão importantes para toda a sociedade, promovendo o direito à moradia digna para uma parcela da população tão carente de atenção”, completa Anicoli.

Alguns dos projetos desenvolvidos durante a disciplina

Desafios da Profissão

Todos os novos currículos das graduações da IMED contam com cinco desafios interdisciplinares - Desafios da Profissão, de Comunicação, de Comportamento, de Tecnologias e Inovação -, que buscam desenvolver as competências previstas no perfil do egresso descrito no Projeto Pedagógico Institucional (PDI) e no Projeto Pedagógico dos Cursos (PPCs). 

Os desafios foram estruturados a partir da necessidade de desenvolver habilidades necessárias para os profissionais do futuro, tais como resolução de problemas reais, tomada de decisão, criatividade, trabalho em equipe, saber comunicar com excelência e ter conhecimento tecnológico. 

Por meio dessas disciplinas, os alunos têm a oportunidade de desenvolver características específicas, para formar-se um profissional com conhecimentos, competências e habilidades compatíveis com os níveis de exigência da sociedade global do conhecimento. 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia