Comunicação

Notícias

VOLTAR
17/09/2019
ENADE é instrumento utilizado pelo MEC para avaliação do rendimento dos cursos de graduação

Por: Francine Tiecher

() comentários

Exame é obrigatório para a formação profissional e auxilia na constituição do conceito dos cursos e das instituições

 

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação, em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação.

Ele é obrigatório e a situação de regularidade do estudante no Exame deve constar em seu histórico escolar. O objetivo do Enade é avaliar o desempenho dos estudantes, além das diretrizes curriculares dos cursos de graduação de todas as instituições.

“Por este motivo, na IMED estamos comprometidos em acompanhar nossos alunos durante todo o trajeto até a data da prova, auxiliando os mesmos em todas as etapas do processo: cadastro, questionário do estudante e prova. Contamos muito com nossos acadêmicos, estamos cientes de que se trata de uma via de mão dupla, de um lado a Instituição que obviamente busca sempre oferecer aos seus alunos excelentes professores, além de um ambiente educacional inovador atentos ao mercado. Do outro, nossos alunos que são orientados a realizar a prova do ENADE de forma consciente e responsável, uma vez que seus resultados impactam diretamente em seu curso. Resumidamente:  a nota do aluno ENADE agregará valor a instituição, ao curso e ao diploma dos nossos alunos no mercado de trabalho”, ressalta a Gerente Acadêmica da IMED, Juliana Priscila Cardozo.

Na última sexta-feira (13/09) os alunos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, e Odontologia da IMED participaram de uma prova simulada do Exame, realizada com o intuito de testar os conhecimentos dos estudantes que estão na fase final da graduação.

Graziela do Nascimento, concluinte do Curso de Engenharia Civil, participou do simulado e comenta que a prova do ENADE traz uma realidade de um final de ciclo, pois os estudantes logo serão profissionais habilitados e com responsabilidades ainda maiores. “Além da importância para uma boa avaliação do curso no qual fizemos parte, temos a oportunidade de demonstrar que adquirimos boas qualidades profissionais necessárias ao exercício da profissão escolhida, tudo isso porque avaliamos habilidades e competências adquiridas ao longo dos anos da faculdade. O simulado nos deu uma demonstração de grande importância do que será a prova, que é extensa e que demanda muita atenção, pois além de revelar muitas informações, capacidade de raciocínio lógico, ainda testa conhecimentos de compreensão e argumentação, o que nos desafia a deixar o curso pelo qual um dia escolhemos com um conceito que ao olhar fora dele sentirá orgulho de ter passado pelo mesmo”.

A prova anual ocorre no dia 24 de novembro.

 

**Fotos: Eduarda Ricci Perin / Comunicação IMED

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia